Arquivo

Archive for the ‘Palavra’ Category

A Cruz: A Razão de todo o Louvor e Adoração – Parte Final

22 março 2010 Deixe um comentário

A Terceira Apresentação

A Audição de Todas as Criaturas

“E ouvi toda a criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e que está no mar, e a todas as coisas que neles há, dizer: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre. E os quatro animais diziam: Amém. E os vinte e quatro anciãos prostraram-se, e adoraram ao que vive para todo o sempre”. (Apocalipse 5:13,14).

Leia mais…

Anúncios
Categorias:Palavra

A Cruz: A Razão de todo o Louvor e Adoração – Parte 3

15 março 2010 1 comentário

A segunda Apresentação

A Audição dos Anjos”

“Então olhei, e ouvi a voz de muitos anjos que estavam em volto do trono e dos seres viventes e dos anciãos; os anjos eram em número de miríades de miríades de milhares de milhares, dizendo com todo vapor, digo é o cordeiro que foi morto de receber poder e riqueza e sabedoria e força e honra e glória e bênçãos!” (Apocalipse 5:11,12).

Leia mais…

Categorias:Palavra

A Cruz: A Razão de todo o Louvor e Adoração – Parte 2

8 março 2010 Deixe um comentário

Conquistas obtidas pela morte do Cordeiro

Ele nos fez reis

O Cordeiro que foi morto abriu para nós uma Linhagem de Realeza, tornado-nos filhos de Deus. Antes, como todos, éramos filhos por criação, mas agora, mediante a morte do Filho de Deus na cruz, fomos feitos filhos de Deus pela graça, concedida a todo o que crê.

Ele nos fez sacerdotes

No regime da Velha Aliança, somente o sacerdote podia ter entrada à presença de Deus. Quando uma pessoa comum adentrava ao templo, ela podia passar pela corte dos gentios, podia atravessar a corte das mulheres e chegar até a corte dos Israelitas. Isso era o máximo que alguém podia aproximar-se do sagrado ou da divindade, através daqueles lugares. Entretanto, na corte dos sacerdotes, jamais um simples mortal, uma pessoa comum, poderia entrar. Jesus, nosso Cordeiro, por sua morte na cruz, ele mesmo entrou no santo dos santos e não só entrou, mas também nos conduziu junto com ele, até a presença de nosso Deus e Pai.

Leia mais…

Categorias:Palavra

A Cruz: A Razão de todo o Louvor e Adoração – Parte 1

4 março 2010 Deixe um comentário
Por Pr. Iran Bernardes da Costa

“E vi na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, selado com sete selos. E vi um anjo forte, bradando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus selos? E ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele. E eu chorava muito, porque ninguém fora achado digno de abrir o livro, nem de o ler, nem de olhar para ele.E disse-me um dos anciãos: Não chores; eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, que venceu, para abrir o livro e desatar os seus sete selos.

E olhei, e eis que estava no meio do trono e dos quatro animais viventes e entre os anciãos um Cordeiro, como havendo sido morto, e tinha sete chifres e sete olhos, que são os sete espíritos de Deus enviados a toda a terra. E veio, e tomou o livro da destra do que estava assentado no trono.E, havendo tomado o livro, os quatro animais e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo todos eles harpas e salvas de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos. E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro, e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda a tribo, e língua, e povo, e nação; e para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra. E olhei, e ouvi a voz de muitos anjos ao redor do trono, e dos animais, e dos anciãos; e era o número deles milhões de milhões, e milhares de milhares, que com grande voz diziam: Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças.

E ouvi toda a criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e que está no mar, e a todas as coisas que neles há, dizer: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre. E os quatro animais diziam: Amém. E os vinte e quatro anciãos prostraram-se, e adoraram ao que vive para todo o sempre.” (Apocalipse 5:1-14).

“O Céu é Revelado à Terra Como o Lar da Música”,  (Christina Rossetti, citado por R. H. Charles, in The Daily Study Bible Series, W.B. The Revelation of John, Vol. 1. P. 173).

Leia mais…

Categorias:Novidades, Palavra

CANTATA 2008 – MGM CORAL – DÊ O SEU MELHOR (RAIZ CORAL)

30 outubro 2009 Deixe um comentário
Categorias:Palavra

A SUA PRESENÇA NA ADORAÇÃO

5 outubro 2009 1 comentário

Por: Pr. Ricardo Garcia

“Tua presença em minha vida, Tua vontade em minha vida, Tua presença em minha vida, Deus soberano …”

Temos cantado muitas vezes esse refrão e refrões como esse. Realmente queremos a presença de Deus conosco. Mesmo não estando seguros com nossa performance diante de Deus, de maneira que possamos atraí-lo a estar conosco, sabemos dos benefícios de Sua poderosa presença em nossas vidas. Os milagres, as curas, o perdão, a alegria, os dons do Espírito Santo nos atraem a clamar por Sua presença. Leia mais…

Categorias:Novidades, Palavra

“CONHECENDO O CORAÇÃO DO VERDADEIRO ADORADOR”

8 setembro 2009 1 comentário

Por: Pr. Rogério Mendes Teixeira

“Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar. Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade” (João 4:20-25).

Adoração e nossa vida real

É interessante perceber que um dos temas mais discutidos e controvertidos hoje na igreja, tenha sido ensinado por Jesus de maneira tão singular e baseado na vida real.

A adoração tem ocupado páginas e páginas de livros, uns enfatizam o estilo e a forma, enquanto outros, a essência. E tem aqueles que entendem que a adoração não deveria ocupar tanto espaço assim, pois a nossa missão é: dizem eles, “ganhar almas”. Leia mais…

Categorias:Novidades, Palavra